Mais do que nunca, a humanidade está numa encruzilhada. Um caminho leva-nos à desesperança, o outro à destruição total. Rezo para que tenhamos o bom senso de escolher o caminho certo. Woody Allen
Domingo, 18 de Novembro de 2007
Um poema de amor para domingo

Lúbrica

Mandaste-me dizer,
No teu bilhete ardente,
Que hás-de por mim morrer,
Morrer muito contente.

Lançaste no papel
As mais lascivas frases;
A carta era um painel
De cenas de rapazes!

Ó cálida mulher,
Teus dedos delicados
Traçaram do prazer
Os quadros depravados!

Contudo, um teu olhar
É muito mais fogoso,
Que a febre epistolar
Do teu bilhete ansioso:

Do teu rostinho oval
Os olhos tão nefandos
Traduzem menos mal
Os vícios execrandos.

Teus olhos sensuais
Libidinosa Marta,
Teus olhos dizem mais
Que a tua própria carta.

As grandes comoções
Tu, neles, sempre espelhas;
São lúbricas paixões
As vívidas centelhas...

Teus olhos imorais,
Mulher, que me dissecas,
Teus olhos dizem mais,
Que muitas bibliotecas!

Cesário Verde



publicado por eu às 01:00
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Bom Dia

Bom Dia

Abrace!

...

Bom Dia

SENHOR......PERMITA

...

Bom Dia

Para o Resto de Nossas Vi...

Bom Dia

arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

alegria(1)

amizade(2)

amor(68)

amor.vida(94)

angels(3)

angels-bom dia(2)

antero de quental(1)

bocage(3)

cecilia meirelles(1)

cesário verde(2)

christina aguilera(1)

feliz ano novo(1)

fernando pessoa(2)

fofoca(1)

guerra junqueiro(1)

joão carlos teixeira gomes(1)

love(3)

manuel alegre(2)

nossa senhora(1)

pensamentos(94)

petição(1)

poema(9)

renoir(1)

vasco graça moura(1)

vida(6)

vida.poema(1)

vinicius de moraes(1)

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
pesquisar
 
wold
#c#